Lisboa E-Nova - Agência Municipal de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » BESOS-Building Energy decision Support for Smart cities

BESOS - BUILDING ENERGY DECISION SUPPORT SYSTEMS FOR SMART CITIES (Projeto Concluído)

LogoWEB Besos pequeno Modulo          

O Projeto I&D BESOS (Building Energy decision Support systems fOr Smart cities) teve o seu arranque no início de outubro, em Barcelona, sob coordenação do Grupo espanhol ETRA I+D.
Este projeto, com a duração de 3 anos, esteve incluído no Sétimo Programa-Quadro da União Europeia, na área de Otimização de Sistemas Energéticos em Cidades Inteligentes (ICT-2013.6.4), cujo principal objetivo era a redução gradual da pegada de carbono da UE, através do desenvolvimento e implementação de novas tecnologias, promovendo uma economia Europeia energéticamente mais eficiente e sustentável, nomeadamente através da utilização de tecnologia avançada.
O Projeto BESOS integrou um consórcio internacional que incluiu 10 entidades de 4 diferentes países - Alemanha, Grécia, Portugal e Espanha.
O objetivo estratégico de BESOS era potenciar bairros e zonas existentes com um sistema de apoio à decisão para fornecer uma gestão coordenada das infraestruturas públicas, e ao mesmo tempo proporcionar ao cidadão informação para promover a sustentabilidade e eficiência energética.

Site: http://besos-project.eu/

 

O BESOS previu o desenvolvimento de um sistema de suporte à decisão para redução dos consumos energéticos 

 

 

 

 

 

O projeto BESOS previu o desenvolvimento de um sistema de suporte à decisão, que permitiu uma gestão coordenada das infraestruturas públicas em cidades inteligentes, promovendo a eficiência energética e as alterações comportamentais. Este sistema foi testado em edifícios de serviços de diferentes zonas das cidades de Lisboa e Barcelona, permitindo demonstrar de que modo a tecnologia ajudou na redução do consumo energético, sem comprometer a qualidade dos serviços a prestar aos cidadãos.
O projeto teve como alvo principal os proprietários e/ou gestores locais de energia - e os seus operadores (eg ESEs e comercializador de energia). Para o primeiro, desenvolveu-se uma matriz de avaliação (Balance Score Card) para levar a cabo as auditorias dos níveis de serviço (Service Level Agreements) acordados com as ESEs  ou comercializadores de energia, com base em indicadores de performance. Os operadores fizeram uso da mesma ferramenta para analisar novos modelos de negócio, e tiveram à sua disponibilização uma plataforma (Cockpit DSS) para monitorizar e atuar na infraestrutura e estabelecer estratégias coordenadas de eficiência energética.
As tecnologias desenvolvidas ao longo dos 3 anos consistiram em sistemas de informação e fluxo de dados de eficiência energética, com base em sistemas de telecontagem e plataformas de comunicação. Para tal, o consóricio BESOS contou com a participação de entidades como a PT Inovação, a Universidade alemã de Duisburg/Essen e da Hypertech.

Lisboa e Barcelona com um papel decisivo no projeto

  

As cidades de Lisboa e Barcelona desempenharam um papel fundamental no projeto, uma vez que foram as cidades escolhidas para a demonstração das tecnologias, devido ao seu compromisso de sustentabilidade, eficiência e respeito pelo ambiente, patente no Pacto dos Autarcas.

Impacto esperado para Lisboa no que respeita à eficiência energética e alterações comportamentais no consumo energético

Em linha com a nova Diretiva  Europeia para a Eficiência Energética (2012/27/EU) e com a área “Comportamentos” do Plano Nacional de Ação para a Eficiência Energética (PNAEE 2016), o projeto BESOS desenvolveu durante os 3 anos as ferramentas que aumentaram sensibilização dos consumidores e alavancaram as estruturas  adequadas para mobilizar investimentos essenciais em produtos e serviços vetores para um aumento da eficiência energética. 

 

   

 

Com o projeto BESOS, a Lisboa E-Nova  e a cidade de Lisboa, continuarão na linha da frente no desenvolvimento de projetos que privilegiem informação ao consumidor de energia e as novas tecnologias, à semelhança do que tem ocorrido nos últimos anos com o projeto Contadores Inteligentes para Decisões Eficientes, APOLLON ou SAVE ENERGY, esperando-se poupanças energéticas superiores a 10% nas estruturas envolvidas.

 

Relatório Público:

 

Newsletters do Projeto:

Newsletter 1 - Maio 2014:

Newsletter 2 - Setembro 2014:

Consórcio:

 

Líder:

Etra Investigacion y Desarrollo, SA (Espanha)     

 

Parceiros:

Cobra Instalaciones y Servicios, SA (Espanha)

 

Enercast, GMBH (Alemanha)

 

Lisboa E-Nova - Agência Municipal de Energia e Ambiente de Lisboa (Portugal)

 

Ajuntament de Barcelona (Espanha)

 

Sodexo Facilities Management, SA (Espanha)

 

FICO CABLES- Fábrica de acessórios e equipamentos industriais, Lda (Portugal

 

Portugal Telecom Inovação, SA (Portugal)

 

Hypertech, AE (GRÉCIA)

 

Universität Duisburg-Essen (Alemanha)

 

Iniciar Sessão