Lisboa E-Nova - Agência de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » Eventos Externos
Eventos Externos
Sexta, 13 Outubro 2017 16:39
Published in Equipa
Escrito por ND
Continuar...

Durante o próximo mês de novembro, irá realizar-se um Curso de Formação em Educação Ambiental, com a duração de 3 dias, promovido pela AREAC no âmbito do projeto EDUCAÇÃO AMBIENTAL + ABERTA na região Centro e que terá lugar em 3 Municípios.

            Município de Góis                             Município de Miranda do Corvo              Município Montemor-o-Velho

 ACAO DE FORMACAO mirandadocorvo posterpublicidade       ACAO DE FORMACAO montemor o velho poster publicidade       ACAO DE FORMACAO montemor o velho poster publicidade

 

Sexta, 13 Outubro 2017 14:33
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

ETARdaGuia FaseLiquida   ETARdaGuia FaseSolida

Enquadramento:

O objetivo da visita será apresentar a principal infraestrutura de tratamento de águas residuais, que contribuiu fortemente para a melhoria da qualidade da água das praias da costa do Estoril, e que esta é uma das maiores ETAR do país e das mais eficientes do ponto de vista energético.
Características do sistema:
O sistema de saneamento da Costa do Estoril recolhe e trata as águas residuais domésticas dos concelhos de Cascais (a totalidade), Sintra e Oeiras (grande parte) e Amadora (pequena parte), devolvendo-as ao meio natural, neste caso o mar, em condições ambientalmente seguras.
A ETAR da Guia está dimensionada para tratar o efluente de 800.000 habitantes, com um caudal máximo de 4m3/s. Para além da ETAR, inclui um intercetor geral com 4,7 km, 130 km de emissários, 9 estações elevatórias e um emissário submarino com 2,7 km de comprimento.
As lamas produzidas na ETAR são tratadas numa unidade distinta, localizada a 4 km da ETAR.
Para conhecer melhor todo o processo, a Lisboa E-Nova em conjunto com a Águas do Tejo Atlântico, uma empresa do Grupo Águas de Portugal, que é atualmente responsável pela exploração e gestão do sistema multimunicipal de saneamento de águas residuais da Grande Lisboa e Oeste, providenciam uma visita a esta ETAR, onde serão visitadas a fase líquida e a fase sólida.

A visita tem um valor de 10€. As inscrições são obrigatórias no site da Lisboa E-Nova. De modo a garantir uma visita agradável e sem esperas desnecessárias, aconselhamos que cheguem ao local do ponto de encontro com uma antecedência de 10 minutos em relação à hora reservada para a visita.

Duração da visita:  Aproximadamente 3h
Data:
14 de novembro
Programa da Visita:
13h00 – Ponto de Encontro no terminal do Campo Grande, junto à praça de táxis (autocarro branco e azul, com um escrito “Leonardo”)
14h00 – início da visita
17h00 – Fim da visita e regresso a lisboa.

Público-Alvo: profissionais do sector público e privado, engenheiros, académicos e estudantes universitários.
Número máximo de Participantes: 25

Ponto de Encontro: Terminal do Campo Grande, junto à Praça de táxis.

Inscrições obrigatórias.

Continuar...

BGI in partnership with the Smart Energy World Summit will organize the Startup Challenge
The Smart Energy World Summit is an event that focuses on the transformational technologies and business models that are currently revolutionising the energy industry.
BGI in partnership with the Smart Energy World Summit presents the Smart Energy Startup Challenge. This initiative allows start-ups to pitch, engage and receive feedback from industry decision makers and thought leaders in this event. This event will take place on the 24th and 25th of October in VIP Executive Art’s Hotel is located in front of "Parque das Nações". You may register to the event in here. The event will be a great moment for networking, including speakers like Portuguese Secretary of State of Energy, Redmill Marketing Associates Managing Director, President of the Board at APA, Vaasaett Partner and Director, CEO of EDP, Specialist of European Investment Bank and others.
To participate in the Startup Challenge the start-ups interested have to send their pitch deck and the reason why they should be chosen to Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar until 13th October. There will be selected six winners, three from B2B and three from B2C. The winners will win:
• Free entrance to smart energy world summit
• Five minutes pitch to delegates at the event
• The possibility to work with a coach to refine their pitch
• Exhibit at smart mobility summit 2017

SmartEnergy

Quarta, 11 Outubro 2017 09:58
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

Sector

Title

Programme

Stakeholders

Buildings

BESOS (Building Energy decision Support systems for Smart cities)

7th Framework Programme – SMART CITIES 2013

Public buildings facility manager
Building users
Citizen
ESCOs
Policy makers

SHARING CITIES (Horizon 2020 SCC1 2015 project)

Horizon 2020 – SCC1 2015

Public authorities

Citizens

SMEs

NGOs

Start-ups

Policy makers

ESCOs

me2 - Integrated smart city mobility and energy platform

Horizon 2020 ERA NET cofund SCC

Public buildings facility manager
Building users
Citizen
ESCOs
Policy makers

inteGRIDy - integrated Smart GRID Cross-Functional Solutions for Optimized Synergetic Energy  Distribution, Utilization & Storage Technologies

Horizon 2020 LCE-02 2016

Public buildings facility manager
Building users
Citizen
ESCOs
Policy makers

Remote Energy Manager

Local

Public buildings facility manager
Building users

FIREBALL (Adopting Living Labs towards Smart Cities)

7th Framework Programme

Policy makers
SMEs
EnoLL

SAVE ENERGY Project - ICT and behavioural changes in public service buildings

CIP-PSP

Building users
Facility manager
Policy makers

Energy Certification in Lisbon Municipality

Local

Building users
Facility manager
Policy makers
National Energy Agency

Urban Planning and RES uptake

POLIS - Solar Potentials via Local Strategies

Intelligent Energy Europe

Urban Planners
Architects
Citizen
Decision makers

PROSTO - Best Practice Implementation of Solar Thermal Obligations

Intelligent Energy Europe

Urban Planners
Architects
Citizen
Decision makers

Cogeneration in Municipal Swimming Pools

Local

Facility managers
Industry
Engineers

IMEA - Saving Energy together

INTERREG IV C

Citizen
University
Decision makers

Public street lighting and traffic lights

Public Lighting Telemanagement

Local

Citizen
Municipality
Decision makers

Conversion to LED in Public Lighting of Municipality Tunnel

“PPEC - The Portuguese tender mechanism promoting efficiency in electricity consumption”

Citizen

Municipality

Decision makers

Energy Efficiency in traffic lights and street public Lighting

Local

Citizen
Municipality
Decision makers

Residential and urban refurbishment and energy consumers

UrbanSol PLUS - Solar Thermal in Major Renovations and Protected Urban Areas

Intelligent Energy Europe

Urban Planners
Architects
Citizen
Decision makers

APOLLON - Advanced Pilots of Living Labs Operating in Networks

CIP PSP

Dwellers
SMEs
European Network of Living Labs (EnoLL)

REHABILITE – Transnational Platform to Support Energy Renovation Financing

INTERREG SUDOE

Municipality

Building users

Building managers

Smart metering for efficient decisions

“PPEC - The Portuguese tender mechanism promoting efficiency in electricity consumption”

Energy consumer
Facility manager

REQUEST - Promoting Low Carbon Refurbishment

Intelligent Energy Europe

Building users
Facility manager
Policy makers
National Energy Agency
Citizen
Dwellers

Local Housing Programme

Local

Municipality
Citizen

Vulnerable consumers

Eco-Neighbourhoods: Boavista PLUS - Social housing

ERDF

Energy (vulnerable) consumers
Decision makers
Citizen

Schools

Enerescolas

Local

Scholar community

ESCOLA +

“PPEC - The Portuguese tender process to promote efficiency in electricity consumption”

Student community

Indoor light retrofit and PV installation

Local

Municipality
Student community

Segunda, 09 Outubro 2017 15:04
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

logo

Este curso tem como objetivo conferir ao formando um conhecimento específico e aprofundado das matérias relacionadas com a reabilitação de edifícios, tendo em atenção os aspetos técnicos, regulamentares e normativos aplicáveis, com especial enfoque para as dimensões da reabilitação térmica, acústica, estruturas e medidas de eficiência energética.

Tem a duração de 50h, será lecionado em horário pós-laboral, distribuindo-se por 12 dias de formação (2ª, 4ª e 6ªf) e terá início no dia 9/10. Mais informação disponível no portal da Academia ADENE no seguinte link.
DESTINATÁRIOS  Peritos qualificados, arquitetos, engenheiros civis e do ambiente, engenheiros técnicos civis e do ambiente, responsáveis pela construção, manutenção e reabilitação de edifícios, gestores de edifícios municipais, e empresas de construção e de fornecimento de equipamento.

 

Quinta, 21 Setembro 2017 09:17
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

O evento de lançamento da Biklio,  app que deteta quando andamos de bicicleta e nos torna elegíveis para benefícios oferecidos pelo comércio local, em Lisboa, é já amanha dia 21 de setembro, entre as 17:00 e as 20:00 e decorrerá junto a uma das lojas aderentes, o Atelier Gelati na Marina do Parque das Nações (Passeio Neptuno). Os visitantes que chegarem de bicicleta com a app instalada terão direito a um gelado! Apareçam!

Lancamento

 

Quarta, 20 Setembro 2017 11:19
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

A4digital

Nesta sessão será partilhada a experiência dinamarquesa e portuguesa em estratégias de desenvolvimento e investimento em mobilidade de bicicleta no contexto da cidade, bem como as vantagens em termos ambientais e de sustentabilidade.

 

Orador: Klaus Bondam (diretor da  Danish Cyclists Federation)

Debate com a presença de José Sá Fernandes (vereador CML) e Luis Natal Marques (Presidente EMEL)

(a sessão será em inglês e não tem tradução)

Auditório Caleidoscópio (Jardim do Campo Grande)

18 setembro das 10 horas às 12 horas.

 

 

Entrada gratuita com inscrição obrigatória.


Klaus Bondam é o Diretor da Danish Cyclists Federation: http://www.cyklistforbundet.dk/english e  foi vereador da Câmara de Copenhaga, entre 2006 e 2010. CV disponível em www.bondam.dk (em inglês).


Leia um recente artigo de Klaus Bondam no The Guardian, e exemplos de outras conferencias em que participou:

- https://www.theguardian.com/cities/2017/jun/15/urban-planners-let-child-cycle-here-denmark?CMP=share_btn_fb

- http://www.cycling-embassy.dk/2017/01/10/shaping-great-cities-cycling-public-space-danish-way/

- https://www.velo-city2017.com/

Continuar...

P1070527

Os transportes são responsáveis pela maior fatia de dióxido de carbono emitida em Lisboa, segundo dados da Matriz Energética da cidade publicada em 2016. As perto de 763 mil toneladas produzidas pelo sector representavam 40 por cento do total das emissões no ano de referência de 2014. É que ao contrário do que ocorre noutras áreas, os transportes estão ainda muito dependentes dos combustíveis fósseis. Entretanto, com movimentos cada vez mais fortes para pôr fim aos automóveis movidos a gasóleo e a gasolina, países como a França e o Reino Unido iniciaram já a contagem decrescente para substituir o parque automóvel por outro menos poluente. E algumas marcas automóveis já anunciaram que de futuro só irão fabricar carros híbridos e elétricos.


País anfitrião do Acordo de Paris (compromisso internacional para a redução de gases com efeito de estufa celebrado em dezembro de 2015, e até à data ratificado por 160 países dos 197 que fazem parte da Convenção), a França anunciou no início do mês de julho a vontade de proibir as vendas de automóveis com motor de combustão a partir de 2040. Duas semanas depois foi a vez do Reino Unido prometer também banir, até ao mesmo ano, a venda de viaturas a gasóleo e a gasolina e promover a progressiva mudança para veículos eléctricos e híbridos, de modo a reduzir as emissões de dióxido de carbono.


A medida anunciada pelo governo de Emmanuel Macron estará integrada num conjunto mais amplo de objetivos, de acordo com declarações feitas por Nicolas Hulot, ministro do Ambiente e da Transição Energética. O Executivo quer reduzir em um quarto as emissões de dióxido de Carbono até 2050, ano em que prevê que as emissões de carbono deixem de exceder o volume que pode ser absorvido pelas florestas. Este objetivo foi também anunciado pela Suécia e pela Costa Rica.
No Reino Unido, o Governo de Theresa May planeia descentralizar para a esfera municipal parte do esforço de combate aos automóveis a diesel e a gasolina. O Executivo britânico identificou um conjunto de mais de 80 estradas em 17 cidades onde as emissões ultrapassam as metas comunitárias. Uma das hipóteses de trabalho em cima da mesa é transferir mais competências para os municípios, a partir de 2020, de modo que tenham mais poder para impor restrições e combater a poluição.
Embora o anúncio do fim da venda de automóveis dependentes dos combustíveis fósseis constitua uma passagem concreta à ação dos dois países, o ano proposto é menos ambicioso do que os prazos sugeridos por outros países, designadamente pela Suécia, pela Alemanha, pelos Países Baixos ou pela extracomunitária Noruega.
Em outubro do ano passado, através da sua ministra do Ambiente, a Suécia defendera que em toda a União Europeia se proibisse a venda de viaturas a gasolina ou a diesel a partir de 2030. A data foi proposta na sequência de uma recomendação no mesmo sentido, feita no mês anterior pela segunda câmara legislativa alemã e enviada também à Comissão Europeia.
Embora sem carácter vinculativo, a recomendação do conselho federal alemão ganha outra importância quando se sabe que a Alemanha é o terceiro maior produtor mundial de automóveis. No documento enviado à Comissão Europeia, a câmara alemã pediu também a análise da eficiência dos impostos e contribuições dos estados-membros no que toca à promoção da mobilidade com emissões zero.


Os governos dos Países Baixos e Noruega serão, contudo, os que têm mais pressa e que pedem um prazo mais apertado para pôr fim à venda de automóveis com motor de combustão. Ambos os países apontaram ao ano de 2025, ou seja, um lapso temporal inferior a dez anos, como ponto limite da transição para uma mobilidade sustentável assente em fontes de energia renováveis. Na Noruega 40% das vendas de carros novos são elétricos, híbridos plug-in ou movidos a hidrogénio. Ainda antes do final de 2016 já tinha alcançado a marca dos 100 mil carros 100% elétricos. O empenho da Noruega na urgência em diminuir a produção de gases com efeito de estufa é vincado por um outro fator. Boa parte da riqueza norueguesa assenta na indústria petrolífera. Isto faz com que a aposta no fim dos automóveis movidos a gasóleo e a gasolina até 2025 tenha implicações na economia do país e obrigue a um esforço de transição mais delicado do que o de outros países.


Entretanto, são já vários os fabricantes de automóveis que aderiram ao movimento de descarbonização. A partir de 2008, com o início de produção do seu desportivo Roadster, a Tesla abriu um caminho de não retorno na produção e no mercado dos elétricos vocacionados para as classes médias.  
No início do passado mês de julho, a nórdica Volvo anunciou também que a partir de 2019 todos os seus novos modelos serão híbridos ou elétricos, e pôs fim ao lançamento de viaturas exclusivamente movidas a gasóleo ou a gasolina. Lançará designadamente, entre 2019 e 2021, três modelos completamente elétricos e duas opções híbridas.
Ainda antes de fechar o mês, foi a vez dos norte-americanos da Cadillac anunciarem o seu plano de se juntarem aos suecos, mas só a partir da segunda metade da próxima década. Para já, continuará o foco nos SUV e alguns outros modelos da marca irão passar a estar disponíveis em versão elétrica.
De acordo com números da Agência Internacional de Energia, citados pela CNN, 95 por cento dos automóveis elétricos são vendidos em apenas dez países: França, Reino Unido, Alemanha, Países Baixos, Suécia, Noruega, Estados Unidos da América, Canadá, Japão e China.

Sexta, 08 Setembro 2017 14:25
Published in Notícias
Escrito por Marta Peixinho
Continuar...

Iniciar Sessão