Lisboa E-Nova - Agência Municipal de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » Eventos » Conferências » 2014
Conferências 2014

Organização:                            Patrocinador:                        Apoio Comunicação:                                       

                                                      

Data: 2 de Dezembro de 2014

Local: Fórum Picoas. Avenida Fontes Pereira de Melo, 38 (Lisboa)

Enquadramento: Construir uma cidade inteligente é fazer despontar uma estratégia para mitigar os problemas provocados pelo crescimento urbano da população e pela rápida urbanização.
A generalização do conceito cidade inteligente obriga à sua compreensão e à análise dos diversos factores que com ele se relacionam: as infra-estruturas, a economia, a gestão e organização, a tecnologia, a governança, etc.. Estes factores formam a base de uma estrutura integrada, que ajudam a perceber a forma como as entidades públicas, em estreita cooperação com as entidades privadas, universidades e centros I & D, associações e agências locais, vão prevendo as diversas iniciativas para uma cidade inteligente.
Após o sucesso da primeira edição desta conferência, em 2013, e num momento em que vários municípios portugueses estão já a aplicar soluções inteligentes nas mais diversas áreas, desde a mobilidade, passando pela gestão de água, pela eficiência energética ou até pelos resíduos, é necessário criar um espaço de partilha de soluções e de integração, indo ao encontro do defendido pela Parceria Europeia de Inovação, na iniciativa Smart Cities and Communities, onde “é necessário juntar as cidades, a indústria e o cidadão, para melhorar a qualidade da vida urbana, através de soluções sustentáveis e integradas. Este processo inclui inovação, melhor planeamento, maior participação, maior eficiência energética, melhores soluções de transporte ou utilização inteligente das tecnologias de informação e comunicação.”
A 2ª edição desta Conferência debruçou-se sobre as políticas, estratégias e iniciativas feitas a nível nacional e europeu, passando pelos casos concretos de municípios portugueses, mostrando os casos práticos e as aplicações que estão a ser usadas, a possibilidade da sua integração e a questão da segurança e confidencialidade dos dados.

Destinatários: Empresários, técnicos e especialistas nas áreas da energia, ambiente e telecomunicações e TICs, decisores políticos, membros da administração pública, estudantes e outros participantes interessados na área das cidades inteligentes.

Continuar...

Iniciar Sessão