Lisboa E-Nova - Agência Municipal de Energia-Ambiente de Lisboa

Iniciar Sessão
Português (pt-PT)English (United Kingdom)
Home » Notícias » Notícias » Siemens provoca onda verde na Islândia
29-12-2016

Siemens provoca onda verde na Islândia

Siemens actualA Siemens está a implementar o seu sistema de priorização de tráfego com base em localização por satélite, o Sitraffic Stream, na capital islandesa, Reiquiavique. O sistema garante que a luz dos semáforos passa automaticamente a verde facilitando a passagem de veículos de emergência médica e transporte públicos urbanos em interseções rodoviárias.
A cidade de Reiquiavique e a Administração de Estradas e Costas da Islândia, a Vegagerd rikisins, partilham este sistema, que foi inicialmente instalado em seis
interseções selecionadas no centro da capital.
Nos próximos meses, cerca de 50 carros de bombeiros e ambulâncias deverão ser equipados com unidades de bordo, chamadas OBUs. Paralelamente, o operador local de autocarros fará o mesmo a aproximadamente 120 veículos. Através do uso de GPS, os OBUs calculam a posição dos veículos e transmitem essa informação ao centro de controlo.

Quando os veículos prioritários atravessam os pontos virtuais que assinalam a aproximação a uma intersecção, o centro de controlo ordena ao controlador de tráfego correspondente que passe para verde os semáforos da via em que circulam. Assim que o veículo atravessa a interseção, os semáforos voltam ao seu ciclo de execução, ou seja, retomam o seu funcionamento normal.
Até ao momento, as únicas soluções de priorização disponíveis para autocarros e veículos de emergência médica eram de tecnologia analógica e quase impossíveis de instalar em cidades e localicades de menores dimensões, devido aos seus custos de implementação elevados.
O Sitraffic Stream (Simple Tracking Realtime Application for Managing traffic lights and passenger information)1 é completamente digital e requer apenas a instalação de uma pequena OBU com um GPS integrado e uma antena GPRS no veículo. Ao contrário dos sistemas convencionais, o custo do Sitraffic Stream torna-se mais viável para as cidades, uma vez que não implica instalações no terreno, que são por norma mais dispendiosas.
Adicionalmente, os dados transmitidos com a posição dos veículos são usados para disponibilizar e atualizar, em tempo real, os horários de partida dos autocarros nas paragens. Isto traduz-se numa grande vantagem para os passageiros uma vez que a pontualidade dos transportes públicos aumenta e os horários dos autocarros tornam-se mais fiáveis. Além disso, permite ainda diminuir a poluição por CO2 nas cidades, já que os autocarros não perdem tanto tempo no trânsito e passam a ser, cada vez mais, considerados como uma boa alternativa ao transporte privado.
O serviço de combate a incêndios também beneficiará do Sitraffic Stream pois, em caso de emergência, os carros de bombeiros não terão que atravessar semáforos com luz vermelha em interseções.
Em Böblingen, cidade a sul de Estugarda, o Sitraffic Stream tem priorizado com êxito carros de bombeiros e acelerado os transportes públicos desde 2014. Como parte de um projeto piloto, foram instalados pontos de sinalização em quatro interseções e instalados OBUs em dois carros de bombeiros. Os envolvidos ficaram de tal modo impressionados com o sucesso do projeto que a cidade está agora a implementar o Sitraffic Stream por todo o concelho.

Iniciar Sessão